07 fevereiro 2011

46. Troque as lâmpadas incandescentes [Teia Ambiental]

07 fevereiro 2011
Não sei se você ouviu a notícia, mas a partir de 2016 as lâmpadas incandescentes de mais de 40 Watts serão banidas do mercado no Brasil, a não ser que uma tecnologia as torne mais econômicas.

Medida que protege o planeta e economiza pra gente.

A maioria das pessoas já está trocando as incandescentes pelas fluorescentes em suas casas.
Só que ainda mais ecológicas do que as fluorescentes, são as lâmpadas de LED,  segundo este comparativo do Scribd.

Então, não espere até 2016. Comece a trocar todas as suas lâmpadas JÁ! 

A seguir, algumas fotos de decoração com iluminação ecologicamente correta:


  Loft super mega show com iluminação em LED, via Design-Milkespacodecorado.com

Cozinha super aconchegante, com LED+fluorescente. Via Frutaína



9 comentários:

Flora Maria disse...

Minha querida parceira ambiental:

Sinto muito, mas não concordo com o uso das "lâmpadas econômicas fluorescentes", conforme disse nessa postagem:
http://floradaserra.blogspot.com/2010/09/troco-lampadas-velhas-por-lampadas.html

Vou aguardar as Led, e enquanto isso, uso minhas incandescentes e economizo energia de outras formas. Existem "mil" maneiras de se economizar energia, mas as lâmpadas foram escolhidas para dar o exemplo e ainda não entendi bem o porquê. Essa obsessão coletiva, motivada por uma monumental campanha, deve ter algum interesse financeiro envolvido. Já imaginou quantos estão ganhando muito $ com essa troca maciça de lâmpadas no mundo inteiro ?

É um caso para se pensar...

Beijo

Flora Maria disse...

Continuando...

E também acho extremamente desagradável a cor das lâmpadas fluorescentes. Nem consigo ficar muito tempo num ambiente com elas. Espero que as Led sejam diferentes, mas se forem igual à cor das lanternas, terei o mesmo problema. A lâmpada incandescente imita a luz do sol, nossa verdadeira luz.

Beijo

Patricia disse...

Olá Renata!!

Muito importante estas iniciativas governamentais e deveria ser alargado a outros países.

Aqui em casa uso lâmpadas economizadoras, são um pouco mais caras, mas vale a pena.

Beijinhos.

RENATA RZ disse...

Bem lembrado o ponto da Flora:
as fluorescentes, quando quebram, liberam mercurio, que é muito toxico. Se isso acontecer, é necessário deixar o local por alguns minutos e depois fechar bem o saco em que você depositar a lâmpada fluorescente.

Outra coisa, ainda não existem maneiras eficazes de reciclar essas lâmpadas. Ainda temos 5 anos para descobrirem.

Fluorescentes podem ser decorativas na cozinha, banheiro, lavanderia, mas nem tanto na sala e nos quartos. Mas as LED, sim. São bem legais, caras, porém muito mais econômicas!

Para quem odeia o 'brancão' das fluorescentes, podem optar pela versão amarela.

Valeu Flora!
beijinhos green a todos

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Olá Renata parceira ambiental,

Ainda não cheguei a conhecer as lâmpadas LED, muito interessante sua postagem, vou procurar me informar melhor.
Quanto às fluorescentes sabemos dos riscos, mas na minha casa utilizo delas, e gosto muito da luminosidade.... vamos sempre tentando melhorar e aperfeiçoar tudo com o mínimo de prejuízo à nossa Mãe Terra, apesar que nada é perfeito...
Muita Luz e Paz em seu coração!!!

Gilberto Gonçalves disse...

Ah, Renata, o que posso dizer diante de tanta propaganda promovendo uma luminária que tem sido considerada ecologicamente incorreta?

O Governo se preocupa com o consumo de energia das lâmpadas, mas não está nem aí para a grave devastação de rios e florestas, quando constrói uma usina.
Não há destruição ambiental maior do que as Itaipu e Belo Monte, mas o vilão da energia é a lâmpada incandescente de 100, 120, 200W.
As fábricas consomem kw que não têm fim, jogam seus dejetos nos rios e a fumaça tóxica no ar, mas se trocarem suas lâmpadas por fluorescentes receberão prêmios por redução de consumo.
Ridículo! Pura manipulação para desviar a nossa atenção.
Quem quiser usar as fluorescentes têm todo o direito de usá-las, mas que saibam que elas representam muito mais riscos ambientais do que economizam os recursos naturais.
Eu sei que o tema é polêmico, mas a Teia tem de estar preparada para as saudáveis polêmicas que poderão conduzir-nos a um planeta sadio.
Abraços ecológicos, minha amiga.
Gilberto.

RENATA RZ disse...

Acredito que enquanto há diálogo há esperança para a Terra.

O apelo de hoje para a troca das incandescentes será o apelo de daqui a pouco para trocarem as fluorescentes por LED.

Porém enquanto só há debate nada muda. Acho interessante sim, forçar para que hajam novas tecnologias e massificando-as, barateá-las.

Quanto aos 'acordos ecológicos' milionários, ah, esses nós podemos esperar: serão os maiores golpes políticos e empresariais daqui pra frente.

Saudações verdes

RUTE disse...

Oi Linda Renata,
cá tô eu no dia 25 pra comentar e avisar da minha participação devidamente publicada.

No dia 7 li seu texto e alguns dos comentários, já não fui a tempo de comentar porque a disponibilidade era curta. Fevereiro foi um mês de muito trabalho para mim. Aliás, até Junho vou andar "no lodo".

Quanto ao seu tema, é bom mesmo lembrar que as lampadas antigas vão terminar. Porém...

Devia ser obrigatório informar melhor a população! Devia ser obrigatorio desenvolver o sistema de reciclagem de lampadas em paralelo com a substituição das incandescentes pelas economizadoras.

A proposito deste tema, escrevi um artigo para o Jornal do Centro Comunitário, dê uma olhadela:

ELECTRÃO

Beijinhos e espero vc lá no meu espaço,
quando lhe for possivel, claro.
Rute

RUTE disse...

Obrigada pela visita,
retorno com uma pergunta:
Contamos com sua participação, dia 15/MAR, na BCFV?
Julgo que a Orvalho já terá convidado vc :) Ficou ela e a irmã Gina de convocar a parte Brasileira.
O artigo de abertura é este aqui:

BLOGAGEM COLECTIVA FASES DA VIDA

Beijos ambientalistas,
Rute

Postar um comentário

Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma. Antoine Lavoisier
Obrigada pela visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...